Itabuna: Prefeito encaminha projeto na surdina e revolta sindicato de servidores

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes (Sem Partido), encaminhou em regime de urgência para a Câmara Municipal, durante a madrugada desta terça-feira (12), o projeto que institui um regime jurídico próprio de contratação para servidores públicos de Itabuna.

 Em resposta, a diretoria do Sindicato dos Servidores Municipais (Sindserv) emitiu uma nota na qual informa ter sido surpreendida pela decisão do prefeito. "A surpresa se justifica na medida em que o Sindserv, representante legítimo dos trabalhadores, não foi convidado para nenhuma reunião que tivesse a referida alteração como pauta", informou a entidade presidida por Wilmaci Oliveira. "Tal postura reforça o caráter autoritário do governo", completou a entidade. A prefeitura justificativa a ação informando que o projeto visa corrigir a “histórica omissão do executivo” em regulamentar as relações com o corpo de servidores, estabelecendo regras de acesso aos cargos públicos, cumprimento de jornada, direitos laborais, licenças e afastamentos e direito a petição. O Sindserv esteve na Câmara de Vereadores nesta tarde (13) para protocolar junto ao presidente da Casa, Chico Reis, um ofício solicitando que o projeto de mudança do regime jurídico dos servidores municipais de Itabuna não seja apreciado até que a categoria tenha conhecimento pleno do seu conteúdo.